Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11624/1502
Autor(es): Pedroso, Adriana Martini Correa
Título: A formação de capital social no meio rural : uma análise da participação das mulheres em grupos de mulheres rurais no município de São Sepé/RS.
Data do documento: 2017
Resumo: As discussões em torno do capital social e sua contribuição para os processos de desenvolvimento local e regional, assim como para a sustentação dos regimes democráticos, têm sido recorrentes desde os anos de 1990. Esta dissertação se insere nesse debate, a partir de uma investigação que busca analisar os efeitos da participação de mulheres do meio rural nos Grupos de Mulheres criados pela EMATER/ASCAR-RS, no município de São Sepé, no que diz respeito ao seu acesso ao capital social e de que forma isto vem alterando os seus modos de vida e as suas posições dentro das famílias e das comunidades rurais. O referencial teóricoda pesquisa discute: i) as principais abordagens teóricas a respeito do conceito de capital social, retomando os trabalhos de Bourdieu (1983), Coleman (1988) e Putnam (1993); e ii) a perspectiva relacional adotada nesta pesquisa, segundo a qual o capital social é percebido pelo acesso que os indivíduos possuem a certos recursos valorizados socialmente por meio das suas redes de sociabilidade. A pesquisa apresenta, também, uma reflexão sobre as relações de gênero e a criação de espaços participativos direcionados às mulheres no meio rural, assim como suas implicações para o acesso ao capital social. A pesquisa foi desenvolvida a partir de uma perspectiva fenomenológica que busca apreender os significados que os distintos sujeitos pesquisados atribuem às suas experiências. Utilizou-se de várias técnicas de pesquisa para realizar a coleta de dados, dentre as quais estão a observação direta em reuniões mensais dos grupos de mulheres, a aplicação de questionários e a realização de entrevistas semiestruturadas com as participantes dos grupos investigados. Ainda, foi realizada uma pesquisa documental em atas, folders, documentos da EMATER e da Prefeitura Municipal de São Sepé. A partir dos dados obtidos por meio dos questionários, construiu-se um perfil sociodemográfico das mulheres que integram os grupos e das suas redes de relações. As entrevistas revelaram, por sua vez, a importância que os grupos assumem na vida dessas mulheres, na medida em que propiciam que elas estabeleçam outros tipos de laços sociais (extensionistas, sindicatos, cooperativas) e tenham acesso a recursos que não estavam disponíveis antes da sua entrada nesses espaços (informações, viagens, cursos, aprendizagens, etc.). A investigação possibilitou examinar a participação das mulheres rurais nos grupos e as repercussões desse processo nos territórios (comunidades rurais), cujos resultados apontam para um maior acesso das mulheres rurais a informações de diferentes naturezas (direitos, serviços públicos, uso de novas tecnologias informacionais), além do reforço dos seus laços de sociabilidade e da ampliação dos seus vínculos com atores externos aos grupos, o que repercute na ampliação do seu capital social.
Abstract: The discussions about the social capital and its contributions to the processes of local and regional development, as well as to the sustenance of democratic regimes, have been recurrent since the 1990 years. This dissertation inserts itself in this debate, from an investigation that seeks to analyze the effects of participation of women in the rural field in the Groups of Women created by EMATER/ASCAR-RS, in the municipality of São Sepé, in relation to their access to the social capital and in which way this has been altering their ways of life and their position inside the families and rural communities. The referential of research discusses: i) the main theoretical approaches in relation to the concept of social capital, taking back the work of Bourdieu (1983), Coleman (1988) and Putnam (1993); and ii) the relational perspective adopted in this research, according to which the social capital is perceived by the access that the individuals have to some resources socially valued by means of their sociability networks. The work also presents a reflection about the gender relations and the creation of participative spaces directed to women in the rural field, as well as their implications for the access to social capital. The research was developed from a phenomenological perspective that seeks to apprehend the meanings that distinct researched subjects attribute to their experiences. We used several research techniques to perform the data collection, among them there are the direct observation of monthly meetings of the groups of women, the application of questionnaires and the performance of semi-structured interviews with the participants of the investigated groups. We also performed a documentary research in meeting minutes, folders and documents of EMATER and Municipal Government of São Sepé. From the data obtained through the questionnaires, we constructed a socio-demographic profile of the women who integrate the groups and their relationship networks. The interviews revealed, in turn, the importance that the groups assume in the lives of these women, inasmuch as they provide that these women establish other types of social bonds (extensionists, trade unions, cooperative) and have access to resources that were not available before their entry in these spaces (information, trips, courses, learning, etc.). The investigation allowed examining the participation of rural women in groups and the repercussions of this process in the territories (rural communities), whose results point to a greater access of rural women to information of different nature (rights, public services, use of new informational technologies), besides the reinforcement of their sociability bonds and the expansion of their connections with actors external to the groups, what rebounds in the expansion of their social capital.
Nota: Inclui bibliografia.
Instituição: Universidade de Santa Cruz do Sul
Curso/Programa: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional
Tipo de obra: Dissertação de Mestrado
Assunto: Trabalhadoras rurais
Mulheres no desenvolvimento rural - São Sepé (RS)
Capital social
Orientador(es): Tirelli, Cláudia
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional – Mestrado e Doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Adriana Martini Correa Pedroso.pdf4.95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons