Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11624/1504
Autor(es): Bortoluzzi, Cristiane Greiwe
Título: Do barro de A caverna ao cobertor mostardeiro : o artesanato a partir de uma perspectiva territorial.
Data do documento: 2017
Resumo: O tema desta pesquisa centra-se no artesanato tradicional enquanto produto da cultura popular, apreendendo-o como o resultado de um contexto que não é isolado, mas nem por isso deixa de ser específico, ou seja: com características que lhe são próprias e que particularizam o produto artesanal perante o global. Este contexto específico é entendido como território, um espaço apropriado por atores sociais e definido por relações de poder. O território dispõe de um conjunto de elementos materiais e imateriais denominado de capital territorial, os quais refletem em todas as suas dinâmicas. Partindo dessa perspectiva, esta dissertação buscou compreender como componentes do capital territorial repercutem na produção artesanal, tendo como locus escolhido para a pesquisa o território de produção do cobertor mostardeiro, um artesanato tradicional próprio do município de Mostardas, litoral norte do Rio Grande do Sul, Brasil. Como aporte teórico-metodológico, vale-se dos estudos culturais, buscando romper com o romantismo que isola o artesanato. Desse modo, propôs-se a construção de um protocolo analítico, a partir de uma abordagem comunicacional, que problematiza as relações entre cultura popular (artesanato tradicional) e território (capital territorial). Para tanto, o artesanato tradicional, como processo complexo e completo de comunicação, foi analisado aqui em um circuito de produção e consumo de formas materiais e simbólicas, a partir da teoria das mediações de Jesús Martín-Barbero (2013), concentrando a análise nos momentos e nos componentes do capital territorial considerados mais relevantes na compreensão da produção artesanal tradicional. As questões tratadas no decorrer desta dissertação foram pensadas a partir da observação, buscando identificar os sentidos que rodeiam a produção desse artesanato; entrevista informal e semiestruturada com os sujeitos que vivenciam a realidade em análise; pesquisa bibliográfica, procurando estar em contato com todo material publicado em relação ao tema de estudo; pesquisa documental realizada no acervo histórico do município e em legislação, reportagens de jornais e fotografias. Além disso, de modo complementar, buscaram-se informações na rede social Facebook e em blogs, tomando-os como fontes de pesquisa de caráter público. Compreender o artesanato por meio dos componentes do capital territorial é admitir que a artesã do cobertor mostardeiro é produtora de cultura, ainda que em negociação e conflito com os setores hegemônicos. Assim, é reforçado o entendimento de que a cultura popular não pode ser tratada como se fosse um campo autônomo, e que o capital territorial é demarcado por uma experiência tradicional, que particulariza um território, mas não inibe as suas reconfigurações.
Abstract: The theme of this research focuses on traditional handicraft while product of popular culture, apprehending it as a result of a context that is not isolated, but no less it stops being specific; that is: with characteristics that are proper and that make the handicraft product particular before the global. This specific context is understood as territory, an appropriate space by social actors and defined by relations of power. The territory disposes of a set of material and immaterial elements denominated territorial capital, which rebound in all their dynamics. From this perspective, in this dissertation we seek to comprehend how components of territorial capital rebound in handicraft production, having as locus chosen for the research the territory of production of cobertor mostardeiro (mostardeiro blanket) a traditional handicraft proper of the municipality of Mostardas, north coast of Rio Grande do Sul, Brazil. As theoretical-methodological contribution, we drew on the cultural studies, seeking to break with the romanticism that isolates the handicraft. Thus, we proposed the construction of an analytical protocol, from a communicational approach, which problematizes the relations between popular culture (traditional handicraft) and territory (territorial capital). For this, the traditional handicraft, while complex and complete process of communication, was analyzed here in a circuit of production and consumption of material and symbolic forms, from the mediation theory of Jesús Martín-Barbero (2013), concentrating the analysis on the moments and the components of territorial capital considered more relevant in the comprehension of traditional handicraft production. The issues addressed throughout this dissertation were thought from observation, seeking to identify the meanings that surround the production of this handicraft; informal and semi-structured interview with the subjects that experience the reality under analysis; bibliographic research, seeking to be in contact with all published material in relation to the studied theme; documentary research performed in historical collection of the municipality and in legislation, newspaper reports and photographs. Besides that, in a complementary way, we sought information on social network Facebook and blogs, taking them as research sources of public character. Comprehending the handicraft through the components of territorial capital is to admit that the artisan of cobertor mostardeiro is producer of culture, although she is in negotiation and in conflict with the hegemonic sectors. Thus, it is reinforced the understanding that the popular culture cannot be treated as if it was an autonomous field, and that the territorial capital is demarcated by a traditional experience, which particularizes a territory, but does not inhibit its reconfigurations.
Nota: Inclui bibliografia.
Instituição: Universidade de Santa Cruz do Sul
Curso/Programa: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional
Tipo de obra: Dissertação de Mestrado
Assunto: Artesanato
Lã - Arte
Cultura popular
Artesãos - Mostardas (RS)
Cultura material
Orientador(es): Felippi, Ângela
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional – Mestrado e Doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Cristiane Greiwe Bortoluzzi.pdf5.44 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons