Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11624/1846
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSoares, Priscila Portella-
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.titleLaserterapia de baixa frequência no tratamento da hipersensibilidade dentinária.pt_BR
dc.date.issued2017-
dc.degree.localSanta Cruz do Sulpt_BR
dc.contributor.advisorSartori, Ricardo-
dc.degree.departmentCurso de Odontologiapt_BR
dc.description.abstractObjective: the main objectives of this work were: to evaluate through clinical methods the efficacy of low level laser therapy on the dentin hypersensitivity treatment, as well as to manage the patients to the correct treatment and to provide an improvement in their quality of life. Thus, directly affecting their daily well being because the dentin hypersensitivity has shown as one of the most painful and resistant complication. Methods: Over the tactical and evaporative thermal testes, it has selected 72 teeth from 23 patients divided randomly into two groups. The placebo group (36 teeth) and the intervention group (36 teeth) these were submitted to four laser therapy application sessions once a week. Results: the laser group has presented significant statistical difference (p>0,05) in the reduction of painful sensitivity compared to the placebo group, that as much on the tactical test as on the evaporative thermal test. Conclusion: the low level laser therapy was effective and it has been shown as a promising treatment to the dentin hypersensitivity.pt_BR
dc.description.notaInclui bibliografia.pt_BR
dc.subject.otherSensibilidade da dentinapt_BR
dc.subject.otherLasers em odontologiapt_BR
dc.subject.otherOdontologiapt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11624/1846-
dc.date.accessioned2018-01-03T12:04:38Z-
dc.degree.grantorUniversidade de Santa Cruz do Sulpt_BR
dc.description.resumoObjetivos: os principais objetivos desse trabalho foram: avaliar, através de métodos clínicos, a eficácia da laserterapia de baixa frequência no tratamento da hipersensibilidade dentinária, orientar os tipos de tratamento aos pacientes e proporcionar uma melhora na qualidade de vida, interferindo diretamente no bem-estar diário, uma vez que a sensibilidade mostra-se como uma das complicações mais dolorosas e resistentes. Métodos: foram selecionados 72 dentes de 23 pacientes sob dois testes: táctil e térmico evaporativo e posteriormente divididos aleatoriamente em dois grupos, um grupo placebo (36 dentes) e o grupo intervenção (36 dentes) submetidos à terapia a laser, onde foram realizadas quatro sessões de aplicações uma vez por semana. Resultados: o grupo laser apresentou diferença estatisticamente significante (p>0,05) na redução da sensibilidade dolorosa quando comparado ao grupo placebo tanto no teste táctil como no teste térmico evaporativo. Conclusão: a terapia com laser de baixa frequência foi eficaz e vem demonstrando-se muito promissora para o tratamento da hipersensibilidade dentinária.pt_BR
dc.description.embargo2020-11-30-
dc.description.protocolo2.078.092 - maio/2017pt_BR
Aparece nas coleções:Odontologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Priscila Portella Soares.pdf1.28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solicitar uma cópia


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons