Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11624/2016
Autor(es): Eisenberger, Cíntia Maria Rech
Título: O ser humano por trás da farda : análise do prazer e sofrimento no trabalho de policiais da Brigada Militar de um município da região do Vale do Rio Pardo.
Data do documento: 2017
Resumo: O ambiente laboral interfere nos processos de saúde e adoecimento dos trabalhadores, impactando na qualidade de vida das pessoas. Isto pode ser mais impactante em instituições policias devido ao contexto laboral, que é caracterizado pela hierarquia rígida e situações cotidianas de risco de vida e violência. Esta pesquisa, realizada de acordo com os pressupostos teóricos e metodológicos da Psicodinâmica do Trabalho, tem como objetivo de analisar a relação entre a organização do trabalho dos policiais da Brigada Militar de um Município do Vale do Rio Pardo e o processo de saúde/adoecimento. O método de pesquisa utilizado foi uma adaptação da Psicodinâmica do Trabalho que se deu por meio de entrevistas semiestruturadas, realizadas com oito policiais militares de modo individual. Buscou-se identificar de que modo a organização do Trabalho impacta na saúde do policial da Brigada Militar, analisar o prazer e sofrimento presente no contexto laboral e investigar a existência de estratégias defensivas utilizadas pelos policiais no ambiente de trabalho. Foi identificada a utilização de estratégias defensivas, como por exemplo: a insensibilidade diante da violência, a dificuldade de percepção de risco da profissão, entre outros, que impossibilitam a expressão e reconhecimento do sofrimento, favorecendo a alienação e o desenvolvimento de patologias. Além disto, observou-se, também, a falta de reconhecimento e valorização profissional e, sobretudo, a falta de um espaço de escuta e verbalização coletiva, em que os trabalhadores poderiam expressar os seus sofrimentos na ordem singular, mas com a ideia de buscar soluções com o grupo. Para que ocorra transformações neste contexto laboral, é necessário repensar a viabilidade de estratégias e ações que vislumbrem a prevenção e promoção da saúde mental dos policiais. Por meio destas ações, será possível (re)construir, juntamente com os trabalhadores desta instituição, possíveis melhorias geradoras de prazer e saúde.
Resumo em outro idioma: Every labor environment interferes in illness and health processes of workers, therefore impacting people’s quality of life. Such impact can be harder when it comes to law enforcement institutions due to their labor context, which is characterized by its strict hierarchy and day-to-day life-hazard situations as well as violence.The research in question was conducted according to the theoretical assumptions of Labor Psychodynamics, and aims at analyzing the relation between the Military Police officers’ labor organization of a city in the Vale do Rio Pardo and the health/illness process. The chosen research methodology is an adaptation from Labor Psychodynamics by means of semi structured interviews carried out with eight Military Police officers, one at a time. Here, the goal was a) to identify the ways by which the organization of Labor affects the health of Military Police officers, b) to analyze both the pleasure and the suffering present in their labor context and c) to investigate the presence of defense strategies to which police officers resort in their work environment. The use of defense strategies has been identified, such as insensitivity towards violence and difficulty to perceive occupational hazards, among others, which render impossible both expressing and acknowledging suffering, which makes way for alienation and the development of pathologies. One has also identified the lack of recognition and professional appreciation and, above all, the absence of a space for collective listening and verbalization in which such officers could express their suffering individually but with group solutions in mind. In order for change to take place in such labor context, one needs to rethink the feasibility of strategies and actions that would work toward preventing as well as promoting police officers’ mental health. Through such actions and strategies, it will be possible to (re)construct (together with those who work in that institution) viable improvements which generate pleasure and health.
Nota: Inclui bibliografia.
Instituição: Universidade de Santa Cruz do Sul
Curso/Programa: Curso de Psicologia
Tipo de obra: Trabalho de Conclusão de Curso
Assunto: Policiais militares - Pardo, Rio, Vale (RS)
Saúde mental
Doenças profissionais - Aspectos psicossomáticos
Psicoterapia psicodinâmica
Sofrimento
Prazer
Psicologia industrial
Orientador(es): Perez, Karine Vanessa
Aparece nas coleções:Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Cíntia Maria Rech Eisenberger.pdf1.03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solicitar uma cópia


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons