Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11624/2380
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorBrum, Ana Laura-
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.title"E que por mais distante que tu queira ficar, tu acaba afetado" : relação entre saúde mental e trabalho dos policiais civis de um município da Região do Vale do Rio Pardo.pt_BR
dc.date.issued2018-
dc.degree.localSanta Cruz do Sulpt_BR
dc.contributor.advisorPerez, Karine Vanessa-
dc.degree.departmentCurso de Psicologiapt_BR
dc.description.abstractThe Psychodynamics of Labor glimpses in police activity, a subject that suffers. This branch has an intense workload and suffering, resulting in physical and mental exhaustion. Thus, the objective of this research is to analyze the impacts of work on the mental health of Civil Police in a municipality of the Vale do Rio Pardo region, seeking to identify the strategies used in the daily life of their work. To achieve this goal, we chose to structure this research in a qualitative way, based on an adaptation of the Psychodynamics of Work. Semi-structured interviews were conducted with ten civilian police officers who had been working in the institution for at least six months. A demonstration of pleasure at work was demonstrated through the feeling of usefulness, of being able to assist those who seek them. The experiences of suffering refer to overwork at work, lack of recognition, justifying a physical and mental strain. Sometimes these sufferings could be transformed into defensive or resistance strategies. It was also found that police work is characterized by the extension of professional activity to all spheres of the server's life, requiring an incessant state of alert and thus causing great mental suffering. It is possible to conclude that this study can aid in future research, providing data for a clinical intervention of the work in the institution, proving that the work organization directly influences the mental health of the subjects. The importance of developing effective actions directed to the quality of life and health of civilian police is highlighted.pt_BR
dc.description.notaInclui bibliografia.pt_BR
dc.subject.otherTrabalho - Aspectos psicológicospt_BR
dc.subject.otherPoliciais civis - Pardo, Rio, Vale (RS) - Saúde mentalpt_BR
dc.subject.otherPoliciais civis - Estresse ocupacionalpt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11624/2380-
dc.date.accessioned2019-04-09T15:00:27Z-
dc.degree.grantorUniversidade de Santa Cruz do Sulpt_BR
dc.description.resumoA Psicodinâmica do Trabalho vislumbra na atividade policial, um sujeito que sofre. Este ramo conta com intensa carga de trabalho e sofrimento, tendo como consequência o desgaste físico e mental. Desse modo, o objetivo desta pesquisa é analisar os impactos do trabalho na saúde mental de Policiais Civis de um município da Região do Vale do Rio Pardo, buscando identificar as estratégias utilizadas no cotidiano de seu trabalho. Para alcançar este objetivo optou-se por estruturar esta investigação de modo qualitativo, a partir de uma adaptação da Psicodinâmica do Trabalho. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, com dez policiais civis que estivessem em atuação na instituição há pelo menos seis meses. Constatou-se demonstração de prazer no trabalho a partir do sentimento de utilidade, de poder auxiliar aqueles que os solicitam. As vivências de sofrimento referem-se a sobrecarga no trabalho, a falta de reconhecimento, justificando um desgaste físico e mental. Por vezes esses sofrimentos puderam ser transformados em estratégias defensivas ou de resistência. Também foi averiguado que o trabalho policial caracteriza-se pela extensão da atividade profissional a todos os âmbitos da vida do servidor, exigindo um incessante estado de alerta e, com isso, ocasionando um grande sofrimento mental. É possível concluir que este estudo pode auxiliar em pesquisas futuras, fornecendo dados para uma intervenção clínica do trabalho na instituição, comprovando que a organização do trabalho influencia diretamente à saúde mental dos sujeitos. Destaca-se a importância de se desenvolver ações efetivas direcionadas à qualidade de vida e à saúde dos policiais civis.pt_BR
dc.description.embargo2020-12-15-
dc.description.protocolo2.755.366 - 04-07/2018pt_BR
Aparece nas coleções:Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ana Laura Brum.pdf286.47 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solicitar uma cópia


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons